Revista Raízes - Sempre perto de si.|Quinta-feira, Novembro 23, 2017
Você está aqui: Início » Tema Especial » Apaixonado pela raça
  • Procure um artigo

Apaixonado pela raça 

P1040995peq

Pedro Moura, de 28 anos, é apaixonado pelo Cão de Gado Transmontano (CGT) e por isso tem nove exemplares da raça em Montalegre. É membro da Associação de Criadores Cão de Gado Transmontano (ACCGT), o seu objectivo é contribuir para a promoção e valorização do CGT. Em 2010 criou o Canil Das Terras de Barroso e defende que criar, não é simplesmente multiplicar, é a arte de melhorar.

A paixão por cães pode dizer-se que surge na vida do Pedro desde o nascimento pois o seu nascimento coincidiu com o de um Pastor Alemão que era do seu avô. Foi o seu companheiro de infância até aos sete anos. Entretanto o Pastor Alemão morreu e foi-lhe oferecido um Podengo que morreu com 14 anos de idade. E chegou a altura de ir procurar um novo companheiro.

“Queria comprar um cão para mim mas queria um cão que fosse de guarda mas não queria um que me desse problemas, como atacar pessoas ou algo do género, que fosse um bom companheiro. Um cão que se desse bem com a família, então pesquisei algumas raças e conheci o CGT”, conta Pedro Moura.

Seguiram-se visitas pelos criadores do CGT, idas a concursos para compreender a raça e adquiriu o seu primeiro cão, o Fidel.

“Quando já tinha o Fidel continuei a interessar-me pela raça. O cão em si fascinava-me, a forma como ele interagia com as pessoas da casa. Conseguia ao mesmo tempo ser um cão meigo e um bom guarda”, explica.

Foi por “culpa” dele que cresceu esta paixão pelos CGT, paixão que o levou a aprofundar o conhecimento sobre a raça e sobre os cães de gado em geral.
E, como este cão deve ter companhia canina, resolveu adquirir um companheiro para o Fidel para que o ajudasse na sua missão de guarda, a escolha recaiu numa cadela.

Participou pela primeira vez num concurso organizado pela ACCGT desafiado por um criador amigo e o cão ganhou O MELHOR JÚNIOR, o que despertou nele o “bichinho” dos concursos e exposições.

 

Reportagem para ler na íntegra na edição impressa.

Adicionar comentário