Revista Raízes - Sempre perto de si.|Segunda-feira, Setembro 25, 2017
Você está aqui: Início » Transmontanos Mundo Fora » Casal transmontano contratado para restaurante de hotel de luxo em Saint Tropez
  • Procure um artigo

Casal transmontano contratado para restaurante de hotel de luxo em Saint Tropez 

10848053_1037567986268953_4346355106571286843_n

Rita Silva é chefe de cozinha e Valter Ribeiro chefe de pastelaria. Conheceram-se na Escola de Hotelaria e Turismo de Mirandela e nos últimos sete anos têm mostrado os seus “dotes” em diversos restaurantes de hotéis de luxo, no sul de França, uma das zonas mais caras do turismo mundial.

Actualmente, estão em Saint Tropez, mas o sonho é abrir um restaurante em Portugal.

Rita Silva tem 28 anos, é natural de Vale de Juncal (Mirandela) e Valter Ribeiro, 29 anos, é de Alfândega da Fé. Estão casados há cinco anos, mas as suas vidas cruzaram-se há doze, quando ambos frequentaram a Escola de Hotelaria e Turismo de Carvalhais (Mirandela).

Em 2008, Valter ingressou no curso de pastelaria intensiva, em Óbidos. Posteriormente, foi estagiar para um hotel, em Paris, com três estrelas Michelin, e mais tarde para Toulouse. Aí já com a Rita que, entretanto, deixou o Sheraton, no Porto, onde esteve a trabalhar durante um ano.

Desde 2010, ambos têm sido contratados para diversos restaurantes de hotéis de luxo, no sul de França e em períodos de Inverno vão exercer as suas profissões para os Alpes Franceses. “Tem sido uma experiência fantástica que nos tem permitido evoluir na nossa área e termos sentido o nosso trabalho reconhecido pelos chefes que contratam os nossos serviços”, conta Rita que começou como cozinheira de terceira e já chegou a chefe.

Também Valter já tem o estatuto de chefe de pastelaria.

Nos últimos seis anos, o casal começou por estar em Porquerolles, uma ilha próximo de Toulon, no Sul de França, no mar Mediterrâneo, pertencente ao departamento de Var, Provence-Alpes-Côte d’Azur, na maior e mais ocidental das três ilhas principais das Îles d’Hyères.

Reportagem para ler na íntegra na edição impressa.

Adicionar comentário