Revista Raízes - Sempre perto de si.|Quinta-feira, Novembro 23, 2017
Você está aqui: Início » Vou ali já venho... » Descobrir a Ecopista do Sabor
  • Procure um artigo

Descobrir a Ecopista do Sabor 

2.DSCN1360

Nem todos são amantes de mergulhos e preferem programas mais radicais na natureza. Nesta edição é essa proposta que a Raízes lhe deixa por Torre de Moncorvo, no distrito de Bragança. Esta vila situa-se a meia encosta da Serra do Reboredo na confluência dos rios Douro e Sabor, este último preenchido agora pelos Lagos do Sabor. Aqui encontra a natureza no seu estado mais puro.

Um local a não perder

A Ecopista do Sabor tem a particularidade de funcionar como eixo condutor e de distribuição a todo um conjunto de património natural de excelência que por si só já é gerador de fluxos turísticos de elevada importância, Parque Natural do Douro Internacional, a nascente, Vale do Baixo Sabor, Vale do Douro Superior (Alto Douro Vinhateiro, considerado património da humanidade), mais a poente o Vale do Côa, conhecido pelas suas gravuras rupestres. No fundo mais do que muitas razões para aceitar esta proposta de passeio por caminhos romanos, ribeiros e moinhos, percursos em trilhos por montes, fragas e florestas, bem como o acesso a todo o património histórico, socio-cultural e gastronómico através desta ecopista, transforma- a num elemento fundamental para um turismo natureza.

Percurso:

A reabilitação da Plataforma da Linha do sabor devolve aos cidadãos a oportunidade de desfrutar do património e aproximar simultaneamente da natureza

Este percurso desenvolve-se em toda a sua extensão no sopé (Norte/Nascente) da Serra do Reboredo, numa extensão de 24.700 metros, com um pavimento adequado às actividades indicadas, iluminação pública dos troços urbanos (Moncorvo, Larinho, Carvalhal e Carviçais), e o património construído reabilitado para estruturas e apoio e abrigo bem como sinalética e mobiliário urbano.

Artigo para ler na íntegra na edição impressa.

Adicionar comentário