Revista Raízes - Sempre perto de si.|Quinta-feira, Novembro 23, 2017
Você está aqui: Início » Tema Especial » Nelson brilha em Lisboa
  • Procure um artigo

Nelson brilha em Lisboa 

site

Nelson Lisboa tem 30 anos, nasceu na Alemanha e cresceu em Mirandela, no distrito de Bragança. Desde cedo percebeu que gostava de artes, mais tarde decidiu regressar à Alemanha, por lá percebeu a sua paixão por moda. Decidiu voltar para Portugal há cinco anos e hoje já veste nomes como Cristina Ferreira e Anselmo Ralph. Um transmontano que promete dar ainda muito que falar na área da moda.

“Acreditar, Lutar e Vencer” é a frase que se pode ler no braço de Nelson Lisboa. Em alguns minutos de conversa com a Raízes percebemos que é com estes objectivos que leva a sua vida de forma muito humilde. Nelson nasceu na Alemanha, em Augsburgo. “Os meus pais eram emigrantes e decidiram voltar para Portugal quando eu tinha cinco anos, queriam que eu estudasse cá e assim foi, fiz toda a minha escolaridade em Mirandela”, recorda Nelson Lisboa.
De Trás-os-Montes tem as melhores recordações, muitos dos seus familiares moram em Mirandela e sempre que possível o estilista faz-lhe uma visita. “Já não me vejo a morar longe da confusão de Lisboa mas sabe tão bem ir a Mirandela, uma paz de espirito incrível. Também gosto muito de ir no Verão, nas Festas de Nossa Senhora do Amparo, a noite dos Bombos é única”, refere Nelson.

Estudou Artes em Mirandela

Fez o secundário em Mirandela, na altura já em artes. “Sempre gostei de artes, não sabia exactamente aquilo que queria fazer mas sabia que tinha que ser ligado a esta área”, conta Nelson.
Mais tarde decidiu regressar à Alemanha para iniciar a sua formação académica, começou por estudar Belas Artes na faculdade de Belas Artes de Ottersberg no norte da Alemanha com especialização em Pintura, Escultura e Instalações Artísticas, acabando por se licenciar em Design de Moda na ESMOD MUNICH – International University of Arts for Fashion. “Quando fui para Belas Artes, com especialização em pintura, escultura e instalação iniciei projectos onde a moda era a temática das minhas instalaçōes e percebi que não queria seguir arte, não queria ser artista plástico, mas trabalhar a moda numa vertente plástica”, explica o estilista.
Formou-se também em Modelismo, Costura e Alfaiataria, já o bisavô de Nelson era alfaiate e isso levou a que gostasse sempre de se vestir bem. “Na minha família sempre houve interesse, não propriamente por moda em si, mas por vestir bem e foi-me passado esse gosto”, conta Nelson.

Reportagem para ler na íntegra na edição impressa.

Adicionar comentário