Revista Raízes - Sempre perto de si.|Terça-feira, Setembro 19, 2017
Você está aqui: Início » Transmontanos Mundo Fora » Botulismo: O que é e como evitar?
  • Procure um artigo

Botulismo: O que é e como evitar? 

botulismo

Os casos de botulismo associados a uma marca de alheiras alarmaram os consumidores que excluíram este produto transmontano da sua alimentação. Mas será assim uma doença tão “terrível” e difícil de evitar? Não, qualquer consumidor pode, na confecção e armazenamento do seu produto, evitar esta toxina. A Raízes falou com a Vice-Grão-Mestre da Confraria dos Enófilos e Gastrónomos de Trás-os-Montes e Alto Douro e médica veterinária, Isabel Escudeiro, que explicou como se pode fazer.

O envenenamento pelo botulismo é causado por uma toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Isabel Escudeiro explica que esta doença rara é reconhecida há mais de meio século e que pode ser transmitida de várias formas, quer pelo contacto directo com o solo contaminado quer até por uma ferida e pode também ser transmitida pelos alimentos. “Temos que ter presente que estas bactérias existem em todo lado, não existe exclusivamente num determinado produto. São encontradas no mundo inteiro e estão presentes normalmente em superfícies vegetais, como cebolas, batatas, alcachofras, espargos, frutas, peixes, carnes etc”, refere, acrescentando que a bactéria ingere-se e não faz mal nenhum. Para que a bactéria Clostridium botulinum faça mal ao humano é preciso que produza a toxina botulínica.

Artigo para ler na integra na edição impressa.

Adicionar comentário