Revista Raízes - Sempre perto de si.|Terça-feira, Novembro 21, 2017
Você está aqui: Início » O que se passa em Trás-os-Montes e Alto Douro » “Pela Nossa Terra – Trás-os-Montes 2017”
  • Procure um artigo

“Pela Nossa Terra – Trás-os-Montes 2017” 

Jose Manuel FERNANDES

Eurodeputado Paulo Rangel fez apresentação da obra que José Manuel Fernandes dedica anualmente a assuntos europeus e a Trás-os-Montes.

Os novos grandes desafios da União Europeia e o ‘Plano Juncker’, a par de uma visão sobre a realidade da região, são os temas centrais da publicação “Pela Nossa Terra – Trás-os-Montes 2017”, da autoria do eurodeputado José Manuel Fernandes, que foi apresentada publicamente no dia 24 de Fevereiro na Casa da Cultura, em Vimioso.

No evento que conta com a participação do presidente da Câmara Municipal de Vimioso, Jorge Fidalgo, a apresentação da publicação está a cargo do deputado ao Parlamento Europeu e vice-presidente do Grupo do PPE, Paulo Rangel.

Com a concretização desta publicação “Pela Nossa Terra – Trás-os-Montes 2017″, José Manuel Fernandes sublinha a convicção de que “é com cidadãos informados, envolvidos e empenhados que podemos aproveitar as oportunidades, vencer os desafios e aspirar à construção de um presente mais justo, sustentável e capaz de garantir um melhor futuro”.

Ao longo das 288 páginas da publicação, o autor assume o objectivo de “disponibilizar informação, suscitar o interesse e provocar a reflexão sobre matérias relevantes para a actualidade da União Europeia e da nossa região”. Entre os temas europeus focados estão o caso do Brexit e as suas implicações, o Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE) – o chamado ‘Plano Juncker’ – e a realidade orçamental da UE.

Numa altura em que – como refere o autor na obra – “atingimos o ‘pico’ do movimento global nacionalista” e em que “o mundo está cada vez mais imprevisível e perigoso”, José Manuel Fernandes avisa que este “este é o momento da UE unir-se”.

Relator do Parlamento Europeu para o reforço do FEIE, o eurodeputado aponta o ‘Plano Juncker’ como “um exemplo objectivo da capacidade da União Europeia em encontrar respostas e mecanismos comuns para superar as dificuldades”. E destaca a “oportunidade” que este fundo “representa para Portugal e para as nossas regiões região”, onde tem “incentivado a união de vontades e a parceria de projectos e candidaturas”.

Nesta publicação – que fornece informação sobre todos os concelhos e freguesias dos distritos de Bragança e Vila Real, incluindo os autarcas do município e os presidentes de Junta -, são ainda citados números sobre a imigração nos concelhos e actividades ligadas ao sector da construção em Trás-os-Montes, onde a diminuição de procura ao nível da habitação familiar se tem verificado de uma forma generalizada nas nossas freguesias.

Relativamente às informações sobre Trás-os-Montes, ressalta que os números do INE sobre o envelhecimento da população e a diminuição demográfica, “dois grandes desafios que a Europa e Portugal enfrentam e aos quais a Estratégia Europa 2020 procura também dar resposta”, abrange “de forma transversal concelhos mais urbanos e mais rurais”. Em quatro anos, o distrito de Bragança perdeu mais de 7 mil residentes e Vila Real quase 9 mil, sendo o fenómeno agravado pela baixa natalidade. A imigração também não ajudou a travar o fenómeno de perda de população em Trás-os-Montes, com o número de estrangeiros que pedem residência na região a cair.

Nesta publicação de edição anual – e que em Trás-os-Montes foi lançada em 2015, sendo esta a terceira edição –, são igualmente partilhadas informações de agenda e respectiva calendarização, onde se incluem as festas e romarias da região, as comemorações dos dias internacionais e citações de diferentes autores, juntamente com definições do “Dicionário de Termos Europeus” – uma obra em permanente actualização e que é coordenada pelo também eurodeputado socialdemocrata Carlos Coelho.

 

Outras publicações

Refira-se ainda que o lançamento desta obra “Pela Nossa Terra – Trás-os-Montes 2017” assinala o encerramento de uma semana marcada pelo conjunto de três apresentações públicas de obras assinadas pelo eurodeputado José Manuel Fernandes

Para a próxima quarta-feira, dia 22 está agendada a apresentação do livro “A Economia Social em Portugal”, uma obra editada e coordenada por José Manuel Fernandes e que aborda “necessidades, perspectivas e fontes de financiamento para as instituições de solidariedade social”, contando também com contributos de vários co-autores: Eduardo Graça, Jorge Sá, Filipe Simões dos Santos, Carlos Azevedo, Miguel Alves Martins, Luís Alberto Silva, Filipa Pires de Almeida, Manuel Lemos e Lino Maia. A apresentação terá lugar às 18h00, na Santa Casa da Misericórdia do Porto, e estará a cargo do eurodeputado Paulo Rangel e do comissário europeu Carlos Moedas.

Da autoria do eurodeputado é ainda a publicação “Pela Nossa Terra” dedicada ao Minho, que foi apresentada na passada sexta-feira em Vila Nova de Famalicão e que contou com a intervenção do deputado ao Parlamento Europeu e cabeça de lista nas últimas eleições europeia, Francisco Assis, a par do presidente da Câmara Municipal local, Paulo Cunha.

Adicionar comentário