Vai um pé de dança?

Verão que é verão em Trás-os-Montes e Alto Douro tem bailaricos, uns maiores outros mais pequenos, as festas populares misturam tantas vezes o religioso e o profano e são indiscutivelmente uma marca portuguesa.

É nestas festas que muitas famílias se encontram em torno de uma mesa recheada de sabores característicos da região. Muitos regressam às suas raízes para se encontrar também com a fé que os liga à sua igreja e ao santo padroeiro da sua freguesia. Reencontram-se velhos amigos e criam-se novos. As aldeias, vilas e cidades vestem-se com flores e luzes nesta altura e dão alegria a ruas e ruas que passam dias e dias sem ver gente no frio Inverno. Os emigrantes marcam férias de forma a poder estar presente nas festas das suas freguesias, vivem aquele momento com intensidade ano após ano.

E afinal quem não gosta de um bom baile de verão?

 

Joana Martins Gonçalves

 

A Raízes – Trás-os-Montes e Alto Douro em Revista é um projecto editorial generalista, de âmbito regional, cuja publicação periódica é mensal.

LER MAIS

SIGA A REVISTA RAÍZES NAS REDES SOCIAIS